Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

1964: Time de Bozó tira os Intocáveis

Era o ano de 1964, Ceará e Náutico Capibaribe decidiam quem seria o representante nordestino na fase final da Taça Brasil, o brasileirão da época.

Os pernambucanos eram imbatíveis há mais de um ano, não perdiam para ninguém e eram chamados pela imprensa pernambucana de os intocáveis, devido a sua hegemonia.
Enfim o Alvinegro de Porangabuçu tinha no seu caminho um time muito difícil de encarar. Já no primeiro jogo, num confronto de três, o Vovô perdeu  por 3x0 nos Aflitos, partida realizada no dia 29 de setembro. Após o jogo, jornais pernambucanos zombando do alvinegro de Porangabuçu postaram  uma foto do Ceará em que o time estava de costas e o batizou chamando de time de Bozó.
Isto pegou muito mal na imprensa cearense já que o Ceará era um time muito bom também, e perdera o jogo daquela forma devido as circunstância da partida.
E o Náutico não tinha o direito de humilhar o Vovô daquele jeito. Na segunda partida o alvinegro não perdeu a oportunidade de jogar em casa em pleno PV lotado e v…

Ceará 9X1 Ferroviário.

O dia 14 de fevereiro de 1993, ficou marcado para o Ceará Sporting Club e para Dimas Filgueiras o técnico daquela partida, como o jogo histórico, devido a maior goleada enfiada no time Coral.
Este confronto ocorreu no estádio Castelão, pela disputa do campeonato Cearense de 1993. O jogo foi tão histórico que o jogador Osmar do Ceará, marcou um gol em pleno meio de campo, sendo inclusive o gol do fantástico daquele ano.
O Campeonato era disputado por três turnos e durava o ano inteiro. O Ferroviário chegou ainda a disputar o final do segundo turno, onde perderia de novo para o Vovô, só que de 1x0.
Já o Alvinegro de Porangabussu seria Bicampeão arrastão pois conquistaria os três turnos e o 33° Campeonato Cearense.
fonte: GLOBOESPORTE.COM