Visualizações

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Arquivo C.S.C. - 1964: Time de "Bozó" tira os Intocáveis.





Era o ano de 1964, Ceará e Náutico Capibaribe decidiam quem seria o representante nordestino na fase final da Taça Brasil, o brasileirão da época.

Os pernambucanos eram imbatíveis a mais de um ano, não perdiam para ninguém e eram chamados pela imprensa pernambucana de os intocáveis, devido a sua hegemonia.


Enfim o Alvinegro de Porangabussu tinha no seu caminho um time muito difícil de encarar. Já no primeiro jogo, num confronto de três, o Vovô perdeu  por 3x0 nos Aflitos, partida realizada no dia 29 de setembro. Após o jogo jornais pernambucanos zombando do alvinegro de Porangabussu postaram  uma foto do Ceará em que o time estava de costas e o batizou chamando de time de Bozó.

Isto pegou muito mal na imprensa cearense já que o Ceará era um time muito bom também, e perdera o jogo daquela forma devido as circunstância da partida.

E o Náutico não tinha o direito de humilhar o Vovô daquele jeito. Na segunda partida o alvinegro não perdeu a oportunidade de jogar em casa em pleno PV lotado e venceu por 1x0 o time Timbu, com gol de Gildo, tirando assim a invencibilidade de mais de um ano, e impondo seu valor de time grande.

Após o alvinegro forçar uma terceira partida que seria também no PV. O Ceará Sporting Club entraria com tudo e venceria a partida por 4x0, com 02 gols de Carlito, 01 de Dedé e 01 de Zé Geraldo.

A torcida e a imprensa cearense entraram em êxtase, devido a tanta alegria naquele dia glorioso. Enfim o Vovô provou por A mais B, que time grande não se zomba, e cumpriu o que prometeu pois quem morre em véspera é peru.

Alguns jogadores do Ceará, como Aloísio Linhares, Mauro, Calixto, Carlito, Alexandre Nepumoceno e Gildo, marcariam de vez sua história no alvinegro de Porangabussu.



Nenhum comentário:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

CSC

Blogs Brasil